Whatsapp: 41 99983.8930

gospel news


Pastores comentam sobre os cristãos que adquiriram hábito de falar palavrões: “Perigosíssimo”

A pobreza de vocabulário e os absurdos recorrentes no mundo contemporâneo terminam influenciando muitas pessoas, inclusive cristãos, a se valerem de palavrões para expressar sentimentos, sejam de euforia ou indignação. Esse hábito, no entanto, é algo a ser lamentado na visão do reverendo Hernandes Dias Lopes, da Igreja Presbiteriana de Pinheiros, em São Paulo (SP).

O pastor concedeu uma entrevista ao canal da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte no YouTube e destacou os riscos de se adicionar os palavrões à rotina, pois a Bíblia alerta sobre o uso de palavras torpes e desaconselha essa postura

A pobreza de vocabulário e os absurdos recorrentes no mundo contemporâneo terminam influenciando muitas pessoas, inclusive cristãos, a se valerem de palavrões para expressar sentimentos, sejam de euforia ou indignação. Esse hábito, no entanto, é algo a ser lamentado na visão do reverendo Hernandes Dias Lopes, da Igreja Presbiteriana de Pinheiros, em São Paulo (SP).

O pastor concedeu uma entrevista ao canal da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte no YouTube e destacou os riscos de se adicionar os palavrões à rotina, pois a Bíblia alerta sobre o uso de palavras torpes e desaconselha essa postura

Para o pastor Pereira, a cautela ao se expressar é algo essencial: “Nós precisamos trabalhar primeiro a gente. Como é que eu trabalho na minha mente? Com a gratidão, com a memorização da Verdade, porque ainda há determinadas situações em que sou pressionado. Eu preciso reagir como se eu tivesse 14 anos. Então eu quero que o meu mundo interior bata com meu mundo exterior”.

A nivelação da cultura por baixo através da homogeneização de conteúdos em geral e o desprezo à literatura leva ao empobrecimento de vocabulários. Essa incapacidade de usar a riqueza da língua portuguesa para se expressar se torna terreno fértil para a proliferação dos palavrões.

“Hoje, com o advento da internet, nós estamos vivendo o empobrecimento do vocabulário. Quando o camarada tem um vocabulário muito pobre, para aprender para preencher aquela lacuna que não tem uma palavra muito boa ele solta um palavrão. Quando você lê a Bíblia o seu vocabulário melhora”, provocou o pastor Hernandes Dias Lopes.

“Nós estamos perdendo a sensibilidade com palavrão até mesmo dentro das igrejas. Uma vez eu vi um cidadão dirigindo louvor e ele estava tão feliz com a reação do auditório e com a música que ele estava dirigindo que ele soltou um palavrão. Foi um constrangimento geral, porque aquilo saiu e foi aquele jato de água fria”, apontou. “Eu penso também que não dá para lidar com isso, a não ser que você esteja cheio do Espírito Santo. O texto de Efésios diz que quando você está cheio do Espírito Santo, você vai jogando na sua mente a gratidão e adoração”, acrescentou. (FONTE: GOSPEL +)